"Querida, você tem um coração na garganta"
Minha avó

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Nome Duplo

Ele chegou antes do previsto. Não estava preparado. Aquiesci sua visita antecipada com um sorriso apertado e um tanto idiota. Olhamo-nos por algum tempo antes que arriscássemos alguma palavra que não nos estranhasse àquele silêncio. Sua figura alta e corpulenta pouco se assemelhava ao rosto afilado da fotografia suspensa no site da Sociedade Ourinhense de Cirurgia Plástica. Mas ainda aquele vinco no canto da boca, ah, aquele vinco no canto da boca, persuasivo, como que a nos convencer que beleza é um bem fundamental. [...]
 


[...] continuação na Revista Celuzlose nº 2 - lançamento 28 de junho - quinta-feira Bar Canto Madalena

Mais informações aqui

3 comentários:

Douglas Vian disse...

Querida Vera,

Seu conto é uma pérola diferente.
Não a produzida pela irritação cálcica de uma concha anulando ou isolando o invasor, mas a aquela proveniente da inclusão social quando num processo reverso vemos o intruso se camuflando para obter seu intento nas redes sociais.
Gostei muito da idéia do conto e seu desenvolvimento. Parabéns.

Douglas Vian

Vera Helena disse...

Douglas querido,

Muito obrigada pelo pérola diferente. Adorei sua leitura, o que me fez voltar ao texto, e relê-lo com um outro olhar. Obrigada!

Beijos,

Vera Helena

Anônimo disse...

Fantastic! Mensagem Nice, sind meine Blog número 1!
diablo 3 gold