"Querida, você tem um coração na garganta"
Minha avó

quinta-feira, 12 de julho de 2007

As cartas não mentem jamais


PS: Ana Rüsche, me perdoe ao imitar sua idéa, mas, achei irresistível transformar um Post em carta, e dessa forma poder escrever para alguém com quem costumava freqüentemente me corresponder quando não havia e-mail (sim, já sou uma balzaquiana!)

8 comentários:

ana rüsche disse...

girl,

hj em dia copiar é chique, dá ares de agitadores culturais copylefts.

e o gênero epistolar é que inventou o romance e não o contrário, rs.

beijos todos

Andrea disse...

Vé, que bom que já está de volta. Seu texto sempre me inspira. Beijos ;-}

Vera Helena disse...

Ana, olha só que legal, copia em latim significa abundância. Faz sentido, não?
Um dos romances de que mais gosto: "Ligações Perigosas" de Laclos!!!

Beijos mil pra você também, querida.

Vera Helena disse...

Andrea, que bom seu comentário por aqui. Suas poesias também muito me inspiram.

Beijos

Bepa

Luciana disse...

Vé lindinha,

Adorei tua adaptação da idéia da Ana Rüsche!
Adoro as palavras que vc escolhe para exprimir tanta lindeza em vc!
Realmente a palavra saudade é unica e representa quase toda uma existênica...é uma mistura de imagens, perfumes, sentimentos, musicas, cores, toque, enfim, é algo que pertence à alma brasileira...a tradução em francês é nostalgia ou algo como "dor do païs"! Mas a saudade nem sempre é dor, a saudade é amor, é alegria, é justamente a vontade de eternizar todas as sensações que a provocam!
Estamos e estaremos sempre proximas, não importa onde estivermos.
Beijos com muito carinho
Lu.

P.S.:me empolguei!!!

Vera Helena disse...

Lú, que bom que você se empolgou. Obrigada pela delicadeza de suas palavras. Não falei no post, escrevi para alguém que também me é cara. E sim, estamos e estaremos muito próximas.

Luciana disse...

Verinha,


Sabe que relendo teu post, visualizei a representação dessa pessoa que também te é cara, não a conheço pessoalmente...Talento, sensibilidade e sutileza de escritora que vc é, gostei ainda mais!
Beijos mil

Lu.

Vera Helena disse...

Lú,

Esta pessoa é você. Eu escrevi para você a carta, minha cara prima!

Beijos,