"Querida, você tem um coração na garganta"
Minha avó

segunda-feira, 16 de abril de 2007

Sou cidadã aprumada, meu bem. Atravesso sempre na faixa, escovo meus dentes após as refeições, pago minhas contas, tomo todos meus remédios pontualmente, ah, e, nunca me esqueço de, pelo menos uma vez por dia, molhar minha garganta com uma dose caprichada de loucura.

6 comentários:

Joana Castaño disse...

O apontamento não é inteligente, antes à flor da pele: um chi-coração deste lado do atlântico!

Vera Helena disse...

Joanita, seus apontamentos sempre são inteligentes. Outro chi-coração do lado de cá do oceano! (navegar é preciso!)

Douglas Vian disse...

Gostei do seu Blog Vera, espero que ele se torne mais um ponto de encontro daqueles que praticam a boa literatura.
"Ars Longa vita brevis."

Vera Helena disse...

Douglas, que bom você por aqui. Não nos falamos desde a matéria sobre corrida, lembra? Volte sempre
Grande abraço,

Andrea disse...

Um brinde ao nosso diário gole de loucura, fundamental e salvador. Beijos ;-}

Vera Helena disse...

Certamente, brinde mais do que necessário